Troféu Vision Gran Turismo – PARTE 2 – LIVE (GT Sport)

Dando sequência à PARTE 1, começamos com Alsace Vila 2 usando o Subaru Viziv VGT na Liga Amadora, um tanto divertida de fazer, mas não exatamente desafiadora em si.

A segunda prova da LIVE foi literalmente um chamado ao desafio, percorremos um pouco de Tokyo Expressway Loop Externo Sul com o improvável Vision da Daihatsu. Entre todos os carros do Projeto Vision este é o contraposto do SRT Tomahawk X VGT, sendo o RJ o Vision mais lento de todos. Tokyo tem um traçado rápido e sem poder mexer em nada para aumentar os parcos 149cv pra batalhar contra o Honda de mais de 400cv simplesmente foi impossível levar adiante e vencer. Mesmo com os pneus de corrida super suaves, embora mais guerreiro, simplesmente não deu pro pequeno primo do Midget correr… então, saltamos do mirrado Daihatsu para o primeiro Vision apresentado pela Volkswagen, o irmão mais velho do GTI Supersport, o GTI Roadster.

A terceira parada, fechando a Liga Amadora do Projeto Vision foi na Route X! E nesta voamos baixo a bordo do NISSAN CONCEPT 2020 VGT, o GT-R do futuro. E ali o Nissan mostrou que para a Liga Amadora ele é o Vision definitivo.

A última corrida, agora já na Liga Profissional, com outro ritmo, usando os Vision mais velozes e uma IA mais intensa, foi com o McLaren VGT em Interlagos. Carro sensacional, corrida muito gostosa. E na finaleira a curiosidade do Aston Martin DP-100 que era nossa segunda opção para a corrida (e felizmente fomos com a McLaren, porque o sósia do Ford GT-90 teria sido uma escolha complicada para vencer essa prova).

BÔNUS: A roleta com o Audi R18 ’11. Ufa, melhor que um kart.